Domingo, 25 de Julho de 2010

EM DEFESA DO PATRIMÓNIO HISTÓRICO DA FREGUESIA DE BELAS

MANIFESTO

 

A laje principal, ou esteio da Anta da Pedra dos Mouros ou Pedra Alta, parte integrante da designada Necrópole Pré Histórica do Monte Abraão, considerada monumento nacional desde Junho de 1910, “colapsou”.

Monumento pré-histórico com mais de cinco mil anos, não resistiu às atrocidades a que esteve sujeita, às agressões naturais do tempo nem à incúria dos homens.

Os constantes abalos provocados pelas explosões em pedreiras próximas, na construção de estradas (CREL e IC16), poderão também estar na génese da aceleração da degradação do monumento.

Um dos mais importantes conjuntos megalíticos situados em território nacional, tem estado desde há longos anos votado ao abandono e á ausência de qualquer operação de conservação.

Os monumentos que compõem o complexo megalítico, estão hoje irreconhecíveis, pelo crescimento desenfreado de mato na sua zona periférica.

A situação constatável de deposição persistente de lixo e entulhos na região envolvente designadamente, das Antas de Monte Abraão e da Galeria Coberta do Pego Longo, são factores que evidenciam a falta de cuidado sobre este património Monumental Histórico, que conduziu ao seu total abandono e, finalmente, ao ruir da Anta da Pedra dos Mouros em Junho de 2010.

Independentemente do tipo de propriedade em que se situam, os monumentos megalíticos constituem património arqueológico nacional, de relevância cientifica variável, mas incontornável.

 

A Coordenadora da CDU / Belas, decidiu:

  • Repudiar o desleixo a que as entidades de tutela deixaram chegar os Monumentos Históricos e os respectivos espaços envolventes, na Freguesia de Belas.
  • Exigir a essas mesmas entidades a reconstrução imediata da Anta da Pedra dos Mouros.
  • Exigir também a implementação de medidas que permitam a conservação das Antas e a limpeza das ervas, mato e lixo dos espaços envolventes, onde estes se  tornaram  autênticas lixeiras e vazadouro de entulhos e promover a preservação e segurança, criando uma vedação periférica e a iluminação de  todos e  cada um dos monumentos.
  • Incentivar o poder local autárquico (C M Sintra e J F Belas) à criação de condições para a existência de espaços pedonais e desenvolver o estudo de um itinerário que permita à população conhecer o património histórico da Freguesia de Belas.

A Coordenadora da C D U / Belas, Julho de 2010

Publicado por despertar-belas às 23:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Vila de Belas

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Posts recentes

QUEM CALA CONSENTE - ESCL...

UMA GROSSEIRA ILEGALIDADE

GOLPE PALACIANO NA ASSEMB...

ANTA DA PEDRA DOS MOUROS ...

EM DEFESA DO PATRIMÓNIO H...

ENCERRAMENTO DE ESCOLAS N...

MANIFESTOS

Marcha pela Dignidade - 2...

CDU Belas alerta para o p...

EN117 - Visita ao Traçado...

Arquivos

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Julho 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Agosto 2006

Assuntos

todas as tags

Mapas da Freguesia

Belas - Informações Úteis
Belas - Património

Contacte-nos

Envie os seus textos e/ou imagens referentes à Freguesia de Belas para: Despertar Belas

Visitantes

Contador de acessos