Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

QUEM CALA CONSENTE - ESCLARECIMENTO DE FERNANDO GRAVE AO QUE SE PASSOU NA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010.

Diz a voz do povo, “quem cala consente”, é por este motivo, que perante uma ignóbil panóplia de falsas acusações e mentiras, veiculadas por um comunicado, publicado em forma de “esclarecimento”, que me proponho a repor a verdade dos factos.

 

O Cidadania Queluz publicou um texto da autoria da coligação Mais Sintra, onde em 5 pontos se pretendia esclarecer, o acontecido na Assembleia de Freguesia de Belas (AF), realizada em 30 de Dezembro passado.

 

O respeito pelo Blog e pelos seus eventuais leitores, assim como a citação expressa do meu nome levam-me a algum exercício correctivo.

 

Ponto 1 –    Fui de facto destituído do cargo de Presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia de Belas, através de um acto de duvidosa legalidade processual, admito no entanto que a destituição é um direito da própria AF.

Contesto isso sim, a forma orquestrada PS/Mais Sintra/BE, como o acto foi preparado, já que a ocupação do lugar que desempenhava, foi proposto pelo PS, quando do acordo com a CDU, para a formação do executivo.

A atitude, pela baixeza ética, pela deslealdade, causou certamente náuseas a quem assistiu ao golpe traiçoeiro então posto em prática.


Ponto 2 –    Medindo a expressão do acto e porque a metodologia seguida não me pareceu a mais correcta, mesmo em termos legais, propus o adiamento da AF, para que fosse dada sequência de uma forma elevada à exoneração e substituição de um órgão que deveria merecer mais respeito pelos eleitos autárquicos.

Não tendo sido aceite a proposta, não quis participar na encenação de um espectáculo falso e mal ensaiado, abandonando a sala.


Ponto 3 –    Este é de facto o ponto, onde a mentira e a baixa calúnia, mais servem de arma de arremesso, mas que confrontado com as provas reais, (gravações), facilmente se comprova a sua falsidade.

A palavra “pulhice”, foi utilizada por mim na última AF de 2009, enquanto membro do executivo de maioria “Mais Sintra”, quando confrontei, o suposto ideólogo do “esclarecimento” publicado pelo Cidadania, com as mentiras que estava a debitar na intervenção que fez nessa mesma AF.

Aí sim, confrontado com a mentira e com a evidente ignorância que demonstrou ter sobre os problemas existentes no executivo, abandonou de uma forma abrupta o seu lugar na bancada.

A palavra “cancro”, foi por mim utilizada, é verdade, no debate promovido pela Rádio Ocidente/Rádio Clube de Sintra, transmitido via rádio, quando da campanha eleitoral para as autárquicas de 2009.

A palavra, pesada, admito, foi proferida em sentido figurado, para demonstrar a corrosão que dentro do executivo era promovida por um elemento da “Mais Sintra”.

Quanto à prepotência, arrogância, falta de respeito e outros adjectivos utilizados, são demonstrações de inferioridade, de quem não consegue equacionar-se pela honestidade de processos, trabalho, dedicação, empenho, conhecimento da causa autárquica, com o visado.


Ponto 4 –    Batemos no ponto certo.

O executivo de maioria “Mais Sintra”, (que integrei), a partir de determinada altura, isolou os elementos CDU, (1º e 2º vogais), nesse mesmo executivo.

A partir de 2007, nem contas, nem correspondência, nem concursos, nem obras passaram pelo conhecimento dos elementos CDU.

Por essa razão, votamos contra (com declaração de voto) as contas de 2007.

Em Março/Abril de 2008, o tesoureiro (Mais Sintra), abandonou as suas funções, sem que tivessem sido dadas quaisquer explicações aos elementos CDU no executivo.

As contas de 2008 e 2009, (até Outubro), depois de algumas incertezas e contradições, designadamente:

Declaração pública de dívidas do anterior executivo, com perspectiva de falência técnica da Junta e promessas de divulgação e denúncia em AF, que nunca aconteceu.

Afirmação da sua entrega em Tribunal de Contas, sem que tivessem sido apresentadas em reunião de executivo e fortes dúvidas sobre a legalidade dos documentos de suporte e entrega.

A insistência do Presidente do actual executivo para que as contas não fossem presentes na AF de 30 de Dezembro, quando já tinham sido entregues às bancadas para apreciação na AF realizada em de 23 de Setembro. Deixam grandes reservas, sobre a lisura do processo de responsabilidade comum (Mais Sintra/PS).

Foi aliás, em minha opinião, a tentativa de esconder sabe-se lá o quê, que motivou, o corrido na AF de 30 de Dezembro.


Ponto 5 –    A baixeza da insinuação, espelha-se quando é dito que o visado tinha conhecimento do que se passava com as contas de 2008/2009, uma perfeita mentira já que quer quanto membro do executivo quer como Presidente da Mesa da AF, nunca tive conhecimento da posição em que se encontram as contas.

De resto a conclusão do “esclarecimento”, revela uma certa frustração de quem o redigiu, tal é a confusão e a diversidade de alvos que pretende atingir, o que em concreto, demonstra uma ânsia de se dar a conhecer através da calúnia e da mentira, para ser suave na adjectivação.

 

Belas a Freguesia de Belas, precisa e muito, de quem se preocupe com a defesa das suas condições de habitabilidade.

 

A minha participação no movimento associativo, desportivo e autárquico é, tem sido, passe a imodéstia, bastante interventiva, e é do conhecimento de quem acompanhada estas áreas na vida da Freguesia de Belas.

 

Os lugares políticos são efémeros a minha dedicação, a minha honra, a minha dignidade, a minha frontalidade serão eternos. Não é qualquer aprendiz de autarca que os virá beliscar.

 

Com os melhores cumprimentos.

 

Fernando Grave

Publicado por despertar-belas às 07:26
Link do post | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Vila de Belas

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Posts recentes

QUEM CALA CONSENTE - ESCL...

UMA GROSSEIRA ILEGALIDADE

GOLPE PALACIANO NA ASSEMB...

ANTA DA PEDRA DOS MOUROS ...

EM DEFESA DO PATRIMÓNIO H...

ENCERRAMENTO DE ESCOLAS N...

MANIFESTOS

Marcha pela Dignidade - 2...

CDU Belas alerta para o p...

EN117 - Visita ao Traçado...

Arquivos

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Julho 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Agosto 2006

Assuntos

todas as tags

Mapas da Freguesia

Belas - Informações Úteis
Belas - Património

Contacte-nos

Envie os seus textos e/ou imagens referentes à Freguesia de Belas para: Despertar Belas

Visitantes

Contador de acessos